SPO

Imprimir
Atualizado em sexta, 02 outubro 2020, 09:43

De acordo com o Decreto-Lei n.º 190/91, de 17 de maio, que regulamenta os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO), estes são unidades especializadas de apoio educativo, integradas na rede escolar, que desenvolvem a sua ação nos estabelecimentos de educação.

 

Composição do SPO:

 

O SPO do Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita é composto por dois psicólogos e o seu plano de atividades e respetivas intervenções são desenvolvidas da educação pré-escolar ao ensino secundário.

Psicólogos:         

 

Qual o público-alvo do SPO?


O Serviço de Psicologia e Orientação tem como público-alvo os alunos, docentes, pais, encarregados de educação e outros educadores e pessoal não docente e outros profissionais que trabalhem em parceria com a escola e com quem pode haver colaboração ao nível das atividades desenvolvidas pelo SPO.


Como solicitar um pedido de atendimento ao SPO?


O pedido de atendimento pode ser feito, preferencialmente, através de identificação junto do diretor de turma/professor titular ou da direção do agrupamento, mas também pelo aluno, mediante o contacto direto com os psicólogos, ou pelos pais, encarregados de educação e outros educadores.

 

 

Funções e áreas de intervenção do SPO

 

Ao exercício das funções de psicólogo aplica-se o código deontológico da prática da psicologia da Ordem dos Psicólogos Portugueses, publicado na 2ª Série do Diário da República a 20 de Abril de 2011, Regulamento Nº 258/2011.

 

O SPO do Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita desenvolve as seguintes funções técnicas (por referência: ao Referencial técnico para os psicólogos escolares da DGE – 2016 e Decreto-Lei n.º 190/91 de 17 Maio):

 

Apoio Psicológico e Psicopedagógico  – Conjunto de atividades que visam mobilizar os diversos agentes educativos, entidades e serviços da comunidade com vista ao desenvolvimento e melhoria das respostas educativas(ler mais)

 

Orientação Escolar e Profissional / Orientação da Carreira – Conjunto de atividades que capacitam os alunos a identificar as suas capacidades, competências e interesses, tomarem decisões em matéria de educação, formação e emprego e gerir o seu percurso individual no ensino, trabalho e outras situações em que estas capacidades e competências podem ser adquiridas ou utilizadas (ler mais

  

Apoio ao Desenvolvimento do Sistema de Relações da Comunidade Escolar – Conjunto de atividades que visam mobilizar os diversos agentes educativos, entidades e serviços da comunidade com vista ao desenvolvimento e melhoria das respostas educativas (ler mais).

 

 

A intervenção do SPO apoia-se em cinco vetores:

  • Cognitivo - desenvolvendo competências de resolução de problemas e de tomada de decisão;
  • Emocional – permitindo a identificação e expressão de sentimentos, o desenvolvimento da autorregulação e de estratégias de coping;
  • Comportamental – contribuindo para o desenvolvimento de competências comunicacionais, de interajuda e de negociação;
  • Motivacional – desenvolvendo expetativas de autoeficácia e de gestão pessoal, de valorização do esforço e da persistência;
  • Contextual – promovendo o envolvimento efetivo de todos os elementos da comunidade educativa. (Referencial técnico para os psicólogos escolares da DGE – 2016)

 

O Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita foi distinguido, pelas suas boas práticas de saúde psicológica e sucesso educativo, como Escola SaudávelMente, no biénio 2019-2021, pela Ordem dos Psicólogos Portugueses.

 

Thursday the 29th. . Joomla 3.0 templates. All rights reserved.